Assembleia e Fiemt estudam parceria para qualificação profissional de 25 mil pessoas no estado

0
78

A oferta de 48 cursos de diversas áreas será analisada

Com o objetivo de gerar emprego e renda por meio da qualificação profissional para 25 mil pessoas em 62 municípios de Mato Grosso, a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt) e a Assembleia Legislativa estudam a viabilidade de implantação de um programa de formação profissional já batizado de “LegisAtivo”.

Na tarde desta segunda-feira (20), o presidente da Fiemt, Gustavo Oliveira, apresentou para a presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputada Janaina Riva (MDB), o primeiro escopo de como seria esta parceria. Segundo Oliveira, a Assembleia arcaria com os custos para qualificação de 12.500 pessoas e a Fiemt, em contrapartida, disponibilizaria mais 12.500 vagas.

“Os cursos são para suprir demandas de mercado já identificadas por um levantamento feito pela Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas), existentes em 62 municípios. São cursos voltados para pessoas em vulnerabilidade social, com carga horária mínima de 160 horas, em que as pessoas vão poder empreender ou preencher vagas já existentes no mercado de trabalho. Ao todo serão disponibilizados 48 cursos nos mais variados segmentos, num total de 533 turmas”, explica Gustavo Oliveira.

Segundo Janaina, o projeto será encaminhado para a Procuradoria da Assembleia Legislativa, que deve analisar a viabilidade e a legalidade deste tipo de parceria. “Temos em Mato Grosso uma demanda crescente por mão de obra qualificada. Existem vagas remanescentes no mercado de trabalho que não são preenchidas pela falta de qualificação. Essa é uma excelente oportunidade para a Assembleia junto à Fiemt exercer essa função social”, finalizou.

LAURA PETRAGLIA / Gabinete da deputada Janaina Riva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA